PIPERINA 15MG + PIRACETAN 1 G + GINCKO BILOBA 120 MG com 30 doses (PPG) ( SUPLEMENTO NUTRITIVO, ESTIMULA O SISTEMA IMUNOLÓGICO, ANTIENVELHECIMENTO E ANTIOXIDANTE)

R$69,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

GINKGO BILOBA

O Ginkgo Biloba age em nosso organismo estimulando a produção de óxido nítrico, relaxando a parede das artérias e melhorando o fluxo sanguíneo no corpo. Este processo melhora o funcionamento cerebral, visão e sistema auditivo. É indicado para pessoas que queiram se prevenir ou melhorar suas funções neurológicas, melhorar seu desempenho cerebral em atividades cognitivas e potencializar o fluxo sanguíneo no corpo. O Ginkgo Biloba é indicado para pessoas de todas as idades, entretanto deve-se consultar antes um médico.

PIPERINA (PIMENTA PRETA)

Piperina apresenta função digestiva e ativa o metabolismo. As substâncias da pimenta (capsaicina e piperina) melhoram a digestão, estimulando as secreções do estômago. Por apresentar uma ação termogênica, relacionada diretamente com o sistema nervoso autônomo, a piperina age como termo nutriente que aumenta o processo de absorção de certas substâncias no trato gastrointestinal. A piperina foi encontrada para modificar a taxa de glucuronidação através da redução do teor de ácido UDP-glucurónico endógeno e também por inibição da atividade de transferase. Também foi encontrada para inibir a atividade de desidrogenase de UDP-glucose (UDP-GDH) em ambos no fígado e no intestino através da inibição não-competitiva. A glucuronidação é adição de ácido glucurónico a um substrato e que está envolvido no metabolismo xenobiótico. Glucuronídeos são mais solúveis em água e o corpo humano utiliza glucuronidação para eliminação de substâncias e /ou drogas a partir do corpo. A ação termogenica do organismo é regulado atravez do sistema nervoso autonomo e é representado por dois principais receptores no trato gastrointestinal, alfa e beta adrenergicos.

A maioria dos alimentos tem a termogenese induzida facilitada por receptores beta, que incluem um composto conhecido como adenosina cíclico 3',5' monofosfato (CAMP). O papel do AMPc como um "segundo mensageiro" para as ações hormonais e enzimáticas no corpo é bem reconhecido. Quando a termogênese ocorre, a demanda por nutrientes frescos para sustentar os processos metabólicos aumenta rapidamente. A piperina estimula a liberação de catecolaminas, hormonios termogênico, cuja ação é possível devido pela presença de AMPc. No entanto, a natureza da resposta termogénica mediada por catecolaminas é de duração relativamente curta. Outra ação é elevar a atividade das enzimas como ?-glutamil transpeptidase fundamentais no transporte ativo de nutrientes nas células do intestino, inibir enzimas envolvidas na biotransformação de fármacos, potencializar a ligação ao receptor de DNA modulando o sinal celular de transdução e inibir o efluxo de fármaco através da bomba. Um quarto mecanismo, é auxiliar no aumento da formação de micela que estimula o transporte ativo de aminoácidos e a transformação da parede epitelial devido a alta afinidade para gorduras.

 

PIRACETAN

Propriedades: Agente nootrópico, caracterizado por elevar o rendimento energético dos neurônios, facilitando, desta forma, a restauração do funcionamento das células corticais submetidas a estresse ou hipóxia. O piracetam eleva também a resistência à hipóxia neuronal e facilita a recuperação e a vigilância pósanoxia. Ativa as funções cognitivas cerebrais (atenção, memória), especialmente em idosos.

INDICAÇÕES:

Síndrome senil involutiva, síndromes pós-traumáticas, acidente cerebrovascular. Alterações de atenção e consciência, delírio, confusão de origem vascular, estados comatosos e subcomatosos (vasculares, traumáticos ou tóxicos). Crianças: transtornos da aprendizagem (memorização, atenção e observação); transtornos de integração e do pensamento; transtornos do comportamento e da adaptação ao meio; seqüelas psicoafetivas de afecções neurológicas (ictus).

Posologia: Tomar 1 dose ao dia no café da manhã.

 

Compartilhar: